Ciência Sem Fronteiras: Aprenda tudo sobre este programa do Governo.

Conheça o Ciência sem Fronteiras, um programa do governo que disponibiliza bolsas para estudantes de graduação, pós graduação, mestrado e doutorado fora do País!

Explicaremos hoje neste artigo sobre o Ciência Sem Fronteiras, um excelente programa de especialização para você que deseja aperfeiçoar seus estudos em excelentes instituições no exterior, e assim adquirir mais conhecimento científico na sua área de atuação.

O que é o Ciência sem Fronteiras?

ciencia sem fronteiras

O programa Ciência sem Fronteiras é uma iniciativa, principalmente, do MEC (Ministério da Educação) e do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Educação) e mais outras instituições governamentais, que permite a ida de brasileiros a outros países para estudo e aperfeiçoamento científico nos mais renomados centros de pesquisas do exterior.

São disponibilizadas centenas de bolsas para jovens estudantes como investimento para o futuro do Brasil, como principal objetivo facilitar a mobilidade dos brasileiros com a oportunidade de frequentar universidades renomadas no mundo conveniadas a este projeto.

No exterior, as modalidades disponíveis de bolsa são para graduação, formação tecnológica, desenvolvimento tecnológico, doutorado sanduíche, doutorado pleno e pós doutorado.

Ou seja, é um excelente programa do governo para quem quer estudar.

Como participar do Programa?

Você pode fazer suas inscrição online através deste link:

http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/inscricoes-resultados

Após sua inscrição e do preenchimento de alguns requisitos, você será avaliado e encaminhado para o processo de matrícula das Universidades conveniadas.

O que é preciso para participar?

Para participar do programa o estudante deve estar devidamente matriculado em um curso de graduação no Brasil nas áreas específicas do programa que são:

  • Engenharias;
  • Biologia;
  • Ciências biomédicas e da Saúde;
  • Ciências Exatas e da Terra;
  • Ciências da Computação e Tecnologias da Informação;
  • Tecnologia Aeroespacial;
  • Biotecnologia;
  • Nanotecnologia;
  • Fármacos;
  • Produção Agrícola Sustentável;
  • Energias renováveis, Petróleo, Gás e Carvão Mineral;
  • Tecnologia Mineral;
  • Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;
  • Biodiversidade e Bioprospecção;
  • Ciências do Mar;
  • Indústria Criativa, focada em produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação;
  • Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;
  • Formação de Tecnólogos.

 

O candidato também deverá apresentar um bom desempenho acadêmico e ter o nível de inglês avançado (o que deve ser comprovado através exames de proficiência).

Para serem escolhidos, os estudantes terão que alcançar a média mínima no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 600 pontos e possuir bom aproveitamento acadêmico. Também podem participar alunos dos programas de Iniciação Científica e aqueles premiados em Olimpíadas de Matemática ou Ciências, Feiras Científicas e atividades similares, de mérito reconhecido.

Para mais informações e maiores esclarecimentos, visite o site oficial do Programa Ciência sem Fronteiras: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/

Esperamos tê-los ajudado com esta dica de hoje!

Recomendados para você:


Receba informações sobre cursos grátis em seu email:

Digite seu email:


2 Comments

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *