Fies 2016:saiba como irá funcionar

Entenda como funciona o FIES 2016, uma iniciativa do Ministério da Educação que amplia o acesso dos brasileiros ao ensino superior. Veja como se inscrever no financiamento e os pré-requisitos.

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa criado pelo MEC com a finalidade de financiar a graduação em faculdades e universidades particulares. No entanto, para ter direito a essa linha de crédito estudantil, o estudante precisa ter uma avaliação positiva e estar de acordo com os pré-requisitos do MEC.

Realize o sonho da faculdade com o FIES. (Foto: Divulgação)
Realize o sonho da faculdade com o FIES. (Foto: Divulgação)

Entenda o FIES

O programa foi lançado em 1999, ainda na gestão de Fernando Henrique Cardoso. Em 2010, o financiamento estudantil foi totalmente reformulado, com a intenção de tornar a linha de crédito mais acessível à todos os universitários.

O FIES se destaca como o financiamento estudantil com os juros mais baixos do mercado, apenas 3,4% ao ano. A distribuição de vagas acontece a cada semestre, respeitando a disponibilidade da IES conveniada ao programa. Para participar do programa, o estudante precisa escolher uma das linhas de fiança disponíveis (convencional, solidária ou FGEDUC).

A cada semestre, o beneficiário do FIES precisa realizar o aditamento, ou seja, uma renovação semestral que acontece dentro do próprio SisFIES.

Quem pode participar?

Para financiar a faculdade pelo FIES, é preciso estar de acordo com os pré-requisitos, tais como: estar matriculado em uma instituição de cursos presenciais não gratuitos, ter realizado o Enem 2010 ou de outro ano posterior e ter renda familiar mensal bruta inferior a 10 salários mínimos. Quem já utilizou a linha de crédito em outra ocasião e desistiu do curso não pode solicitar o FIES novamente.

Inscrição no FIES

A inscrição no FIES deve ser efetuada pela internet, basta acessar o Sistema Informatizado do Fies (sisfies.mec.gov.br) e informar todos os dados solicitados pela plataforma. No período de inscrição, o site costuma ficar sobrecarregado, por isso é importante ter paciência e não desistir no primeiro erro.

A inscrição começa pela internet. (Foto: Divulgação)
A inscrição começa pela internet. (Foto: Divulgação)

Após realizar a inscrição online, o estudante terá o prazo de até 10 dicas para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino e validar as informações.

O próximo passo para se inscrever no FIES é se dirigir até um agente financeiro (Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil), também no prazo de 10 dias (que começa a ser contado no terceiro dia útil após a validação). A contratação do financiamento é formalizada mediante a apresentação de alguns documentos, como o DRI (Documento de Regularidade de Inscrição), RG, CPF e comprovante de residência. O fiador também precisa apresentar uma documentação específica, ou seja, RG, comprovante de rendimento, CPF, comprovante de residência e certidão de casamento (se for o caso).

Como é feita a seleção?

Em 2015, o FIES passou por uma nova reformulação, com cortes no orçamento e, consequentemente, redução no número de vagas. O MEC começou a limitar o prazo de novos contratos e reduziu a quantidade de financiamentos, de acordo com as notas dos cursos. Outra mudança efetuada pelo Governo é que somente os estudantes com média igual ou superior a 450 pontos no ENEM podem participar.

Se você quer financiar a sua faculdade no próximo ano, então fique atento ao FIES 2016. Em breve as datas serão divulgadas. Já falamos aqui anteriormente como funciona o fies, espero que tenha ficado claro!

Recomendados para você:


Receba informações sobre cursos grátis em seu email:

Digite seu email:


Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *