Fintechs: a tecnologia a favor das finanças

Compartilhe
-- Publicidade --

Hoje em dia, ir a um banco já se tornou uma tarefa praticamente sem sentido. Abrir uma conta? Dá para fazer online. Transferência? Também dá para fazer online. Comprar dólares? Online. Simulação de empréstimo? Online. Financiamento de casa ou carro? Online.

Realizar qualquer operação bancária online tem se tornado cada vez mais fácil e rápido, e tudo isso é graças às fintechs. E se você quer saber o que é fintech, continue lendo!

-- Publicidade --

Nos últimos anos, o termo “fintech” vem ganhando cada vez mais espaço no mundo financeiro, e por um motivo muito claro: ele é a definição do futuro das finanças em todo o mundo. Mas você sabe o que ele significa?

Originalmente do inglês, o termo é uma junção das palavras “financial technology”, que significam “tecnologia financeira”. Essas palavras já definem bem qual é o principal objetivo das fintechs: aliar a tecnologia às finanças e fazer com que todas as operações se tornem cada vez mais fáceis, rápidas e acessíveis para toda a população.

-- Publicidade --

Numa definição mais precisa, as fintechs são startups com foco em inovação, e começam como operações pequenas e que dependem de investidores e expertise externa para crescer. Seu surgimento pode ser atribuído às necessidades da sociedade atual de ter sistemas financeiros que operem no mundo digital, já que diversos outros processos no nosso dia a dia já são realizados pela internet. 

Segurança e regulamentação

Quando falamos de algo tão importante quanto finanças, ainda é comum que exista uma certa desconfiança na hora de realizar operações online, seja no computador ou por aplicativos de celular. Afinal, estamos acostumados com os bancos tradicionais, onde fazemos tudo pessoalmente e através de máquinas garantidamente seguras. 

Essa insegurança é normal, mas na prática, não é preciso se preocupar: as fintechs no Brasil são bem regulamentadas pelo Banco Central do Brasil e a qualidade de suas operações são aprovadas por milhares de clientes em todo o país.

É claro que pesquisar sobre a empresa que terá acesso ao seu dinheiro e seus dados pessoais mais importantes é recomendado em qualquer situação, por isso, sempre confira bem a legitimidade da instituição escolhida, duvide de promessas que parecem “boas demais para serem verdade” e certifique-se sempre da segurança de todas as operações realizadas.

As vantagens das fintechs em relação aos bancos tradicionais

Quando colocamos as fintechs em comparação com os bancos tradicionais, não é muito difícil decidir quem “ganha”. 

Desde os primeiros passos, as fintechs já se saem melhor: por serem quase totalmente online, são extremamente fáceis de acessar – basta baixar um aplicativo ou acessar um site através do navegador e pronto, já chegou lá. Muito diferente de ter que se locomover até a agência de banco mais próxima, enfrentar filas…

As fintechs também foram desenvolvidas para maximizar a acessibilidade de suas operações, e fazem com que até quem não tem experiência financeira consiga realizar pelo menos as operações mais básicas com o mínimo de burocracia e o máximo de agilidade.

A transparência e facilidade de suas operações é um dos pontos de mais destaque quando se trata de fintechs, já que está na sua essência garantir que todos os seus processos sejam realizados da maneira mais direta possível, sem palavras ambíguas, taxas escondidas ou distrações. 

Por serem operações majoritariamente online, essas empresas tem custos muito reduzidos, e isso se reflete nas taxas notavelmente mais baixas que são repassadas para seus clientes, fazendo dessa economia um dos pontos mais positivos na escolha de uma fintech. E a natureza também agradece: fintechs naturalmente consomem menos papel, já que não utilizam cheques e raramente enviam correspondências físicas, além da economia na impressão de documentos, contratos e outros itens.

Em sua maior parte, as fintechs são especializadas, ou seja, trabalham apenas com um ou poucos tipos de operações financeiras. Isso permite que elas otimizem e inovem ao máximo em cada uma dessas operações, já que podem concentrar toda a sua expertise e investimento em cada uma delas, entregando um serviço da mais alta qualidade para seus clientes.

As fintechs são o futuro do mercado financeiro, e surgiram para deixar a tarefa de cuidar das nossas finanças pessoais ainda mais simples e direta, facilitando operações, agilizando processos e permitindo que todos tenham uma chance de cuidar bem do seu próprio dinheiro.

E se você gostou de saber um pouco mais sobre fintechs e como elas podem te ajudar a ter um planejamento financeiro ainda melhor, temos vários outros artigos que com certeza você vai gostar também, confira!

-- Publicidade --

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *