Melhores métodos de estudo para o Enem 2016

Descubra 5 métodos de estudo para o Enem que são infalíveis e ajudarão você a conquistar uma ótima nota na média final do exame. Quanto melhor o desempenho nas provas, maiores são as chances de ingressar no ensino superior sem ter que custear com mensalidades, através das bolsas do Sisu ou Prouni. Veja como se preparar!

Utilizar métodos na hora de estudar é uma ótima estratégia para fixar o conteúdo na memória. Antes de escolher qual utilizar, vale a pena analisar a sua própria maneira de estudar e o que te faz compreender melhor os temas abordados durante as aulas, como leitura, escrita, imagens ou testes.

5 Métodos de estudo para o Enem 2016

metodos de estudo para enem 2016

Confira 5 métodos de estudo para o Enem 2016:

Testes Práticos

O método é um dos mais eficazes para o Enem, o estudante sempre deve realizar testes ao terminar de estudar sobre determinado assunto. Para isso, basta selecionar questões do Enem de provas anteriores e responder conforme seu próprio conhecimento, depois avaliar a quantidade de acertos e verificar as respostas erradas para perceber quais são as principais dificuldades.

Essa técnica permite que o estudante se adapte à ao Enem 2016 durante todo o ano letivo, identificando quais são os temas que mais caem nas provas e como interpretar o enunciado de cada questão, tudo isso enquanto aprende e induz o cérebro a preservar todo o conteúdo estudado na memória.

Elaborar questões

Não basta apenas ler e fazer resumo sobre determinado assunto, essa técnica não garante bons resultados. É preciso exercitar a mente, elaborando questões e explicando os porquês de cada tema nas respostas. Essas perguntas podem ser feitas considerando tudo o que foi estudado no dia e as respostas dadas precisam ser claras o suficiente para servirem de auxílio sempre que surgirem dúvidas durante as revisões.

Esse método é muito indicado para o estudo de disciplinas como história, geografia, literatura, sociologia, filosofia e atualidades.

enem estudo

Estudar matérias diferentes num mesmo dia

Geralmente, o período diário de estudo é organizado com apenas uma ou duas matérias da mesma área de conhecimento, no entanto, esse hábito pode prejudicar o aprendizado pode tornar o cérebro preguiçoso, pois ele precisará acessar somente conteúdos vistos a pouco tempo.

O ideal é estudar de duas a três matérias por dia e organizar o estudo em ciclos, reservando cinquenta minutos para cada matéria e dez minutos de intervalo entre cada uma. Após essa etapa, repetir o ciclo de estudos com resolução de exercícios.

Seguir um cronograma de estudos extenso

Estudar tudo somente nos últimos dois meses que antecedem o Enem não é válido, especialmente para os estudantes que pretendem conseguir vagas muito concorridas ou que nunca foram os melhores alunos em sala de aula.

A lista de possíveis assuntos e conteúdos abordados na prova do Enem é extensa, por este motivo, é preciso de no mínimo seis meses para conseguir se preparar de maneira eficiente para todas as disciplinas que compõem o exame.

Elaborar pequenas aulas

Esse método é extremamente eficaz e pode ser aplicado no estudo de todas as matérias, consiste no aprendizado através da explicação do conteúdo a si mesmo. Para facilitar, estude como de costume, leia, assista aulas, faça resumos e resolva exercícios, no entanto, ao finalizar faça com que o seu cérebro se lembre de tudo o que foi estudado, passe tudo para o papel e leia em voz alta, explicando todo o conteúdo para você mesmo da maneira mais didática possível.

E aí? Curtiu as estratégias de estudo para o Enem 2016? Então não perca tempo e comece a se preparar para a prova.

Recomendados para você:


Receba informações sobre cursos grátis em seu email:

Digite seu email:


Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *