Open English: os cursos deles são mesmo bons?

Explicamos tudo sobre a open english, um dos cursos de inglês mais famosos da Internet, confira agora!

Hoje em dia, não temos mais como escapar de falar outra língua se quisermos ser bons profissionais em nossa área de atuação, seja qual ela for. Por isso, muitas pessoas hoje procuram desde cedo fazer um bom curso de inglês para evoluir profissionalmente. Hoje por exemplo, vamos explicar como funcionam os cursos da open english, que aparece a todo instante na mídia com propagandas engraçadas e divertidas. Acompanhe com a gente.

O que é a Open English?

open english

 

Fundada em 2007, a empresa open English tem se tornado líder no ensino de idiomas online, ao menos no segmento da américa latina. Ela surgiu com uma proposta inovadora de aulas online que na época não eram tão comuns.A empresa oferece seus serviços a alunos de toda a América Latina – inclusive do Brasil -, ao mercado hispânico radicado nos EUA e, mais recentemente, na Espanha. A Open English possui escritórios em Miami, São Paulo, Bogotá, Caracas e Buenos Aires.A empresa foi lançada comercialmente em 2008, na Venezuela, e em 2010 no restante da América Latina. Graças ao seu sucesso, a Open English atraiu financiamentos de grandes empresas norte-americanas de investimento. Na terceira rodada de capital, já havia arrecadado mais de US$ 50 milhões para sua expansão. Em 2010, começou sua atuação no mercado brasileiro, onde, somente em seu primeiro ano, conquistou mais de 10 mil alunos. Esse sucesso facilitou a captação de mais US$ 65 milhões, somando um total de US$ 120 milhões.

No Brasil, eles ficaram famosos com os comerciais bem humarados com piadas em situações de confusão com o uso da língua inglesa.

O que os cursos deles ensinam?

O método deles é bastante diversificado

As aulas acontecem ao vivo, 24 horas por dia, 7 dias por semana, com professores americanos.

Para conquistar o mercado nacional, a empresa desenvolveu um programa que promete fluência no idioma em 12 meses, com mensalidades de R$ 185. A empresa também diz ser a única a oferecer aulas ao vivo com professores que falam português para alunos do nível básico.

“Além disso, oferecemos um consultor pessoal que avalia e planeja o curso de acordo com cada perfil e necessidades, acompanhando as atividades durante todo o curso. A cada 15 dias, o consultor entra em contato com o aluno para verificar o andamento do programa”, destaca Andrés Moreno, que para montar a operação brasileira recebeu aporte da FlyBridge Capital Partners, fundo de investimento norte-americano que atua com startups do Vale do Silício, região que concentra as principais startups de tecnologia dos Estados Unidos.

O que os alunos que fizeram dizem sobre eles?

Pontos Positivos

O curso é totalmente online, por isso a pessoa nem precisa sair de casa, deixando tudo mais confortável

Outra vantagem do Open English é a total liberdade de horários. As aulas estão disponíveis aos alunos durante todo o tempo que precisarem. Basta ir para frente do computador, assistir às aulas e aprender, seja em casa, na rua, ou em qualquer outro lugar.

A empresa tem um certificado que garante sua fluência em 18 meses, o que pode ser interessante para quem tem pressa. Eles afirmam tambem que a empresa tem professores nativos, o que ajuda bastante.

Pontos Negativos

Em sua estratégia de entrar no mercado brasileiro, a Open English, lançou mão de uma propaganda anti-ética e apelativa que ridicularizava professores de inglês não-nativos (ou seja, quem não nasceu em um dos 75 países que tem inglês como uma língua oficial). A propaganda era tão desrespeitosa que acabou sendo tirada do ar depois de inúmeras reclamações e da proibição de veiculação pelo CONAR (Conselho Nacional de Regulamentação Publicitária). Para ler uma análise da propaganda, clique aqui.Isso deixou a empresa com uma imagem super negativa junto aos brasileiros.

Como o curso é bastante disputado, alguns alunos reclamam de que as vezes tentam entrar no sistema e as salas estarem sempre cheias no horario que precisam usar.

Alguns alunos relatam que os preços cobrados no cartão nem sempre batem com o que foi combinado na assinatura do plano de cursos.

Conclusão

Bom, espero que tenham gostado das informações e que consigam fazer o curso de inglês de vocês com sucesso, seja na open english ou em qualquer outro lugar.

Se tiverem dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários, pois sim?

Recomendados para você:


Receba informações sobre cursos grátis em seu email:

Digite seu email:


4 Comments

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *