Quem é trader esportivo?

Compartilhe
-- Publicidade --

Se você nunca foi indagado por um amigo ou parente sobre o que de fato é um trader esportivo, prepare-se porque esse dia chegará. Tendo em vista que o mercado de apostas esportivas está crescendo cada vez mais, a probabilidade de você ter que explicar para um tio distante é realidade. Seja num casamento, formatura ou aniversário, seu conhecido lhe indagará o que você vem fazendo da vida para ganhar dinheiro. Convenhamos que é uma pergunta bem inconveniente, não é mesmo? É neste instante que você deve estar preparado para não confundir ou tentar não gerar mais preconceitos entre os familiares. Seja curto (mas não grosso) e diga logo de cara que você é um apostador. Simples assim.

Agora se você quiser comparar com algum outro trabalho, traga logo o exemplo da Bolsa de Valores. Um investidor da bolsa compra ações de uma determinada empresa, certo? Um trader faz a mesma coisa, só que dentro de um evento esportivo, seja antes ou durante. Ou seja, se você não quer apenas resumir trader a apostador, fale que você investe em esporte, como futebol, por exemplo.

-- Publicidade --

Qual a diferença entre apostador e trader?

Já que anteriormente colocamos as palavras trader e apostador na mesma frase, agora esmiuçamos um pouco mais. A grande diferença entre as denominações é que um apostador necessita acertar o palpite para lucrar. Isto é, ele depende, por exemplo do resultado final de uma partida de futebol para saber se o retorno financeiro foi positivo. Já um trader esportivo não depende disto, uma vez que é possível “comprar” e “vender” as respectivas cotações ao longo de um evento esportivo. Portanto, o foco do ganho está na alteração das inúmeras possibilidades e o desfecho de uma partida pouco importa nessa perspectiva.

-- Publicidade --

Pontos positivos da profissão

Como todo e qualquer tipo de trabalho, há sempre o lado positivo e o negativo. Se tornar um profissional da área não é algo simples e requer muita disciplina, devoção, expertise e autocontrole. Mas claro, não é só isso. Ser um trader esportivo também é algo muito prazeroso e lhe oferece boas recompensas, tais como liberdade de tempo e locomoção. Sendo assim, um dos melhores benefícios do mercado esportivo é a liberdade que um apostador tem para definir os respectivos eventos que irão trabalhar durante um determinado período. Em outros termos, não existem rotinas, dias ou horários fixos para que um profissional trabalhe. É ele quem define o tempo e os respectivos eventos na qual irá ou não trabalhar.

Já a liberdade de locomoção é a liberdade de poder trabalhar onde e como quiser. Dependendo da sua forma de trabalho, basta o apostador possuir um notebook ou um celular com acesso à internet. Obviamente que, em determinadas ocasiões, o apostador poderá necessitar de algumas ferramentas de auxílio no trabalho. Entretanto, de maneira geral, é possível trabalhar de qualquer localidade do mundo.

Pontos negativos

Possivelmente você esteja pensando o quão prazeroso é a vida de um apostador profissional, que pode trabalhar onde, como e na hora que quiser. Uma vida cheia de vantagens, viagens e lucros, não é? No entanto, nem tudo é mamão com açúcar, afinal como toda profissão, também existem adversidades, desafios e momentos delicados. Por isso, o primeiro passo antes de começar é entender os riscos que o ofício oferece. A atuação de trading esportivo é considerada um investimento de lucro oscilante e de alto risco. Como lidar com dinheiro não é algo simples, o profissional está sempre suscetível a uma forte pressão emocional, o que pode ocasionar estresse. Além de comprometer a capacidade das suas decisões durante a prática.

Outra adversidade muito corriqueira na profissão é a distração enquanto um apostador está trabalhando. Devido ao fato de possuir liberdade para trabalhar em qualquer lugar, como a própria casa, o profissional está sujeito a se distrair invariavelmente. Como os instrumentos de trabalho são notebooks, computadores ou celulares, além das distrações existentes dentro dos nossos lares, tudo que parece ser vantagem, pode ficar difícil. Mídias sociais, filhos, esposa ou marido e até mesmo vizinhos e os pets podem acabar desconcentrando no momento mais inoportuno.

Comprometimento com o ofício

Não basta alertarmos sobre os pontos positivos e negativos da profissão, conforme anteriormente. É preciso muito comprometimento, um dos pontos mais difíceis para quem decide ser apostador profissional. É relativamente comum na área de apostas usuários deixarem a zona de conforto habitar no dia a dia. Tornando assim o que algo muito sério se tornar brincadeira ou apenas lazer – não que esteja proibida esta última palavra. O mínimo de preocupação com a qualidade do ofício é fundamental para que as pessoas se tornem profissionais exitosos.

Top 10 dicas

Pensando nisto, listamos abaixo 10 “mantras” para quem tem interesse ou almeja se tornar um trader esportivo. Confira:

1 – Procure ser organizado;

2 – Tenha um local para trabalhar;

3 – Defina um horário de expediente;

4 – Leve a sério seu trabalho;

5 – Não misture tarefas domésticas ou lazer do dia a dia com o ofício;

6 – Evite distração com coisas irrelevantes enquanto trabalhe;

7 – Estude bem o esporte, equipes ou atletas na qual você pretende investir;

8 – Tente não misturar paixões clubísticas com apostas;

9 – Busque conteúdos de credibilidade como os da Escola da Aposta;

10 – Procure investir em sites de apostas conhecidos mundialmente, como a Betfair.

 

-- Publicidade --

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *