Como funciona o Minha Casa Minha Vida – Quem tem Direito e Como Fazer a Inscrição

Compartilhe
-- Publicidade --

Com o salário mínimo nacional observado por diversos trabalhadores, conseguir juntar dinheiro para aderir a uma casa de uma só vez pode ser bastante complicado. Pensando justamente nessa situação, o governo federal resolveu criar o programa Minha Casa Minha Vida. Por isso, vale muita a pena saber como funciona o Minha Casa Minha Vida, já que está plataforma permite que a família pague um valor mensal pela casa, tudo isso sem comprometer as contas do mês.

Então, continue conferindo os próximos tópicos e saiba mais afundo como você pode ter acesso ao programa e quais são as regras.

-- Publicidade --

Como funciona o Minha Casa Minha Vida

De forma simplificada, o Minha Casa Minha Vida é um programa que oferece a possibilidade de financiar a sua casa própria por meio do salário mensal. Oficialmente, o valor de financiamento oferecido pelo programa é gerenciado pela Caixa Econômica Federal, no entanto, o Banco do Brasil também atua na entrega deste financiamento.

Em razão de sua finalidade, esse financiamento difere dos outros por permitir um valor de acesso ao programa bastante baixo, já que o mesmo se destina a famílias de baixa renda. O valor de cada uma das parcelas que devem ser pagas não deve ser superior a 10% da renda familiar do contratante do crédito.

-- Publicidade --
Como funciona o Minha Casa Minha Vida
Como funciona o Minha Casa Minha Vida

Dependendo da faixa salarial na qual o interessado se enquadra, o valor de financiamento apresenta particularidades:

  • FAIXA 1 – rendimento de até R$ 1800,00: o financiamento do governo federal pode ser de até 90% do valor do imóvel.
  • FAIXA 1.5 – rendimento entre R$ 1.801,00 a R$ 2.350,00: nesse caso o financiamento do governo federal é de até R$ 45.000,00, e o mesmo é destinado apenas a imóveis com custo de até R$ 135.000,00.
  • FAIXA 2 rendimento entre R$ 2.351,00 a R$ 3.600,00: aqui o valor do financiamento custeado pelo governo federal é definido pela CEF ou BB, e pelo fato do valor apresentar variações, o indicado é que o interessado faça a consulta diretamente numa das unidades de atendimento dessas instituições.
  • FAIXA 3 rendimento entre R$ 3.601,00 a R$ 6.500,00: nesse caso o valor subsidiado pelo governo não é especificado, no entanto sabe-se que há aplicação de uma taxa de juros de 8,16% ao ano.

Você pode utilizar o simulador Minha Casa Minha Vida para ter ideia de quanto será a prestação do seu financiamento.

Quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida

Para poder participar no Minha Casa Minha Vida é preciso que o interessado cumpra com as regras impostas neste programa. Desta forma, somente tem direito de aderir ao financiamento do Minha Casa quem:

  • Não possui nenhum imóvel registado em seu nome. Caso possuía um terreno em seu nome, o mesmo não deve possuir nenhum empreendimento;
  • Tem idade mínima ou igual a 18 anos;
  • Possui tempo de trabalho com carteira assinada de no mínimo 3 anos;
  • Jamais participou em qualquer programa habitacional do governo (seja ele estadual, federal ou municipal);
  • Possui um período de residência ou de trabalho de no mínimo 1 ano no município em que deseja ter o imóvel.
  • Faz parte da faixa 2 (se aplicável) e tem nome limpo para poder obter o financiamento do imóvel por meio do MCMV.

Como realizar a Inscrição no Minha Casa Minha Vida

A inscrição Minha Casa Minha Vida precisa de ser feita presencialmente. Para isso, você terá que seguir as etapas indicadas, já a seguir:

  • Dirija-se a prefeitura, a Secretaria da Habitação ou a alguma entidade organizadora realizar o cadastro Minha Casa Minha Vida;
  • Apresente a sua candidatura de acordo com as instruções da atendente da unidade na qual você se dirigiu.

Depois disso, basta aguardar pelo sorteio que é realizado para a apuração dos trabalhadores que conseguiram o financiamento.

-- Publicidade --

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *